Simpósio Internacional – Letras na América Portuguesa: Autores – Textos – Leitores / 5 e 6 de Junho de 2014

O Instituto de Letras Românicas da Universidade de Bamberg (Otto-Friedrich-Universität Bamberg) em parceria com o Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CLEPUL) ofereceu o Simpósio Internacional Letras na América Portuguesa: Autores – Textos – Leitores nos dias 5 e 6 de junho de 2014, no campus central da Universidade de Bamberg, Alemanha.

Os textos produzidos na denominada América Portuguesa (1500-1822) abrangeram os mais variados campos das letras ocidentais (poesia, dramaturgia, historiografia, epistolografia, parenética, etc.). Ao mesmo tempo, foram compostos em várias línguas (português, latim, castelhano, francês, italiano, tupi-guarani, etc.) e por um número ingente de autores. Este Parnaso Brasileiro manteve um fluido diálogo cultural com Lisboa e inclusive com outras cidades europeias, que os processos de formação das literaturas nacionais brasileira e/ou portuguesa vieram a apagar ou desconhecer. Estes textos situados fora do denominado cânone nacional, seja este brasileiro ou português, permaneceram por longas décadas pouco lidos e mal estudados o que significou um empobrecimento ou conhecimento somente parcial das relações luso-brasileiras.

Este simpósio internacional contribuiu para o debate teórico, o estudo de fontes e a ampliação das pesquisas na área das letras na América Portuguesa. Ainda, a atividade compôs parte de um ambicioso projeto de criação na Universidade de Bamberg de um polo internacional de investigação e docência centrado nos Estudos Luso-Brasileiros.

Enrique Rodrigues-Moura e Olívia Barros de Freitas
Coordenadores do evento

Para ler os resumos das palestras, clique aqui(1.5 MB).

Programação
Quinta-feira 5 de junho de 2014
16h (sala U5/00.24)

Mesa de Abertura
Enrique Rodrigues-Moura (Otto-Friedrich-Universität Bamberg)
Estudos Luso-Brasileiros em Bamberg. Um projeto em andamento

Vania Chaves (CLEPUL, Universidade de Lisboa)
Na fundação da Literatura Brasileira: «O Uraguai», de José Basílio da Gama

17h15
Intervalo

17h45
Olívia Barros de Freitas (Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre)
Diogo Álvares vs. Moema: o ameríndio e a heroicidade na épica de Santa Rita Durão

José Eduardo Franco (CLEPUL, Universidade de Lisboa)
O Marquês de Pombal e a invenção do Brasil

Mediação: Enrique Rodrigues-Moura

Sexta-feira 6 de junho de 2014
9h30 (sala U5/03.27)

Beatriz Weigert (Universidade de Évora, CLEPUL)
Pero Vaz de Caminha: os caminhos de sua Carta

Laura Areias (CLEPUL, Universidade de Lisboa)
Esplendores e misérias, orgulho e desdém nas descrições das ilhas exóticas do Brasil colonial

Mediação: Olívia Barros de Freitas

10h30
Intervalo

10h45
Joachim Michael (Universität Bielefeld)
A «História do futuro»: o apocalipse imperial

Aida Coelho Lemos (CLEPUL, Universidade de Lisboa)
Editar hoje a obra completa do luso-brasileiro Padre António Vieira: desafios, metodologias e problemas linguísticos

Mediação: José Eduardo Franco

12h
Almoço

14h (sala U5/00.24)

Ricardo Borrmann (Ludwig-Maximilians-Universität München)
Herança colonial nas letras brasileiras do XIX: a influência das ideias francesas nas Faculdades de Direito

Alberto Sismondini (CLP, Universidade de Coimbra)
De Afonso Ribeiro a Luís Vaia Monteiro, imagens do Brasil português na escrita de Alberto Mussa

Mediação: Vania Chaves

15h15
Intervalo

15h30
Marcel Vejmelka (Johannes Guttenberg-Universität Mainz)
O lugar da literatura colonial em a «Formação da Literatura Brasileira», de Antonio Candido

Maria Eunice Moreira (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre)
A contribuição dos críticos alemães para a escrita da história da literatura brasileira

Mediação: Enrique Rodrigues-Moura

 

Para maiores informações sobre o evento e suas publicações, favor contatar

enrique.rodrigues-moura@uni-bamberg.de

Prof. Dr. Enrique Rodrigues-Moura
Institut für Romanistik / Department of Romance Philology
Otto-Friedrich-Universität Bamberg
96045 Bamberg

Olívia Barros de Freitas, M.A.
Doutoranda na UFRGS, Porto Alegre
Bolsista do programa CAPES
PDSE na Universidade de Bamberg (abril-agosto de 2014)